Todos sabemos que as águas abertas são essenciais para os triatletas, mas também sabemos que passamos muito tempo na piscina. Como tal, devemos utilizar a técnica de viragem de forma correcta para que possamos ser mais eficientes na água e evitar lesões. É certo que para as provas de triatlo, saber fazer viragens dentro de água não nos traz vantagem nenhuma, no entanto, e visto passarmos bastante tempo a treinar em piscina, utilizar esta técnica tem as suas vantagens:

1 – Evita lesões. Se não fizermos viragens temos tendência a agarrar a parede da piscina com o braço e em seguida impulsionar a parede com as pernas. Isto vai causar uma sobrecarga no membro superior que apoia na parede ao fim de algumas viragens. Cusa igualmente assimetria corporal nos membros superiores e tronco.

2 – Mais “aquáticos”. Ao fazermos este tipo de viragens a nossa destreza dentro de água melhora substancialmente. Aprendemos a controlar a respiração e a submergir sem complicações e stress.

3 – Flexibilidade. A flexibilidade é uma característica muito importante em todos os nadadores. Todos devemos trabalhar esta vertente no nosso treinos e os treinos de natação não são excepção. Fazeres viragens de forma correcta vai-te ajudar a trabalhar a flexibilidade.

4 – Mais eficiente. Seja em treino de séries ou de “rolamento”  vais ser mais eficiente e tirar mais proveito desse mesmo treino se perderes menos tempo nas viragens, logo deverás utilizar a téncica correcta para as fazeres.

Deixamos-te aqui um vídeo muito elucidativo de como fazer as viragens de forma correcta.