Há mais de 660 músculos no corpo humano, perfazendo cerca de 35 a 40% da massa total do mesmo. No triatlo os músculos que contribuem para nadar, pedalar e correr são críticos para a performance do atleta e o importante é maneira como eles se contraem e se relaxam.

 

Treinar os músculos para que estes façam grandes forças enquanto mantém um amplo conjunto de movimentos nos três segmentos, melhora a velocidade e reduz significativamente o risco de lesões. Músculos fracos e com pouca flexibilidade produzem pouca potência e estão mais susceptíveis de sofrerem lesões. Baseados nestes conceitos podemos dizer que é então essencial treinar força e flexibilidade para a prática do triatlo.

 

No entanto maioria dos triatletas não dispõe do tempo todo do mundo para treinar (tirando os profissionais). Família, trabalho, compromissos sociais, tudo isso faz com que a já complicada rotina de treino para o triatlo seja ainda mais difícil de gerir. Se juntarmos a isso os treinos de força e flexibilidade então ainda temos mais onde despender o pouco tempo disponível.

 

O que devemos então fazer?
Privilegiar os treinos de natação, ciclismo e corrida ou retirarmos tempo a essas vertentes para aplicar no treino de força e flexibilidade?

 

A resposta está nos teus limites. Por outras palavras, já vimos que o treino de força e flexibilidade é sempre importante, a questão é saber o quão importante ele é, mediante as nossas características físicas estruturais e conjunturais. Se o nosso corpo já dispõe de uma boa flexibilidade e musculatura forte então o tempo dedicado a esse tipo de treinos será menor do que num atleta onde a flexibilidade é menor e onde a composição muscular é também inferior. Mas como medimos isso e como chegamos à conclusão de quanto é que eu preciso de trabalhar a força e flexibilidade para tirar mais rendimento? Aí entra em cena o treinador de triatlo, e os exames complementares que se podem fazer em para aferir com rigor o tipo de treino que necessitas. De qualquer forma podem haver linhas gerais orientadores que te podem guiar para um plano de treino de força e flexibilidade aliado ao treino de triatlo.

Deixamos-te um video com alguns exercícios que poderás e deverás fazer enquanto triatleta.

Bons treinos.